sábado, 24 de abril de 2010

[FILOSOFIA] Conhecimento

Filosofar é preciso !

“As fontes do conhecimento”

“Como nós chegamos a conhecer aquilo que pensamos conhecer? Quais são as fontes do conhecimento? Tradicionalmente, as fontes são: a) percepção; b) memória; c)introspecção; d) raciocínio; e) testemunho. Para conhecer algo sobre nosso ambiente próximo,como estar sentado em uma cadeira diante de um computador, utilizamos a percepção, que é a nossa consciência do mundo que nos rodeia, por meio da visão, audição, tato e outros sentidos.

Para conhecer algo sobre o passado, como, por exemplo, que choveu ontem à tarde, utilizamos a memória, que é a nossa capacidade de reter experiências passadas ou informações adquiridas.

Para conhecer algo sobre nossos próprios estados internos, como, por exemplo, estar sonolento ou pensando sobre algo, utilizamos a introspecção, que é o processo de auto-exame dos nossos estados mentais- é como olhar para dentro da própria mente para ver o que se pensa ou sente.

Para conhecer fatos que são sustentados por outros fatos, utilizamos o raciocínio. Que é o processo de tirar uma conclusão de um conjunto de premissas.

Entretanto a maior parte do patrimônio cultural que herdamos nos foi dado por meio do testemunho de outras pessoas. E o testemunho não se litima aqui às declarações feitas por testemunhas sob juramento, onde o testemunho é dado formalmente. Ele é muito mias amplo do que isso. O testemunho também pode ser informal. O testemunho formal difere do informal apenas nas condições sobre as quais ele é dado, mas não necessariamente em ser mais digno de crédito. Testemunhar, ou dar testemunho, é declarar que uma proposição é verdadeira. E isso inclui o que as outras pessoas dizem a você, também o que eles dizem a você na TV ou em livros Jornais.”

Referência Bibliográfica:
Felipe de Matos Müller, Doutros em Filosofia”

Jornal Mundo Jovem e Faculdade de Filosofia.


"O conhecimento para mim é de valor inestimável, pois a partir dele é que passamos a enxergar melhor as coisas."
Emiliana Castegliony - 32 anos - Piúma

"O conhecimento é uma busca infinita para novos aprendizados e coisas da vida."
Maria da Penha - 39 anos - Piúma

" Informações adquiridas ao longo da vida, o conhecimento da vida"
Poliana Cardozo Quintino - 20 anos - Piúma


Nenhum comentário:

Postar um comentário